terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Salvação:Pela graça ou pelas obras?

      

A SALVAÇÃO VEM PELA GRAÇA OU PELAS BOAS OBRAS?   

              Bento Bevilacqua   -   E-mail:  bentomaringa@bol.com.br

    Para inicio de conversa: Se a Salvação vem somente pela graça do Senhor Jesus, o Senhor Jesus não teria como Ele julgar o mundo, mas pelas obras (boas ou más), o Senhor Jesus pode julgar todo o mundo, conforme ESTÁ ESCRITO que será dado a cada um, segundo as suas obras, conforme vemos em:  1Sanuel 2-3. Salmos 62-12. Jeremias 17-10. Jer.32-19. Mateus 16-27. Romanos 2-6. 1Corintios 3-13. 2Corintios 5-10. Gálatas 2-9. Efésios 6-8. Apocalipse 11-18. Apoc.14-13. Apoc.20-13. Apoc.22-12. Todos serão julgados segundo as suas obras (Capítulo 85 do blog-1:
http://www.sabiosentenderao.blogspot.com.br/  ), e não está escrito que seremos julgados segundo a nossa fé, segundo o nosso crer, por ler a bíblia, sim ou não, ou por frequentar os cultos, não que eu esteja negando essas coisas, não que eu esteja negando a fé, mas o homem é considerado justo (justificado) pelas boas obras, e não somente pela sua fé, conforme vemos em Tiago 2-24.
   Hoje vemos “pastores” gastando milhões por mês, para fazerem programas religiosos em rádios e TVs, isso não é ato de justiça e misericórdia para com os mais pobres e necessitados, isso não é praticar justiça e misericórdia para com os mais pobres e necessitados, e com isso, não são justificados, não são considerados justos, porque não praticam boas obras (Tiago 2-24), e com isso, tudo se torna em fé morta (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26), e Deus nem ouve as orações, assim como Ele não ouvia as orações de Israel (Isaías 1-15). Ai se vós soubessem o que significa: Misericórdia Eu quero e não sacrifícios (Mat.9-13). Está escrito que, seremos salvos pela graça, mediante a fé, mas também está escrito que, o homem só é justificado, só é considerado justo, se tiver BOAS OBRAS, conforme vemos em Tiago 2-24, e esses justos herdarão a nova terra (Capítulo 102 do blog-1)  

   Muitos "pastores" falam assim: E creu Abraão, e Deus imputou isso como justiça, mas porem, Abraão praticou uma OBRA, isso porque, no momento que Abraão colocou o seu filho sobre o altar e iria sacrificar (matar) seu filho em oferecimento a Deus, e se Deus deixasse ele realmente iria sacrificar o seu filho, aqui Abraão praticou uma OBRA, isto é, o crer de Abraão, a fé de Abraão veio acompanhada de uma OBRA, e com isso, Abraão foi JUSTIFICADO, foi considerado JUSTO através da sua OBRA realizada (Tiago 2-21), e não somente pelo seu crer, não somente pela sua fé, e com isso, Abraão foi JUSTIFICADO PELAS OBRAS, conforme vemos em TIAGO 2-21. Não fique preso a falsos ensinamentos e falsas doutrinas, mas busque a verdade, e a verdade te libertará de todos os falsos ensinamentos e falsas doutrinas, já que, hoje, tem muita gente morrendo no erro e na enganação.

 Nota-1: Muitos já me chamaram de analfabeto, por causa dos meus erros de português. Ligo não, é apenas um analfabeto, contradizendo os “doutores da lei”.

 Nota 2: Toda vez que eu me referir ao blog-1, eu estou me referindo ao blog: http://www.sabiosentenderao.blogspot.com.br/    

O homem é justificado (Considerado justo) pelas obras, e não somente pela fé, conforme vemos em TIAGO 2-24. Veja que Tiago não está desprezando a fé, assim com eu também não, mas ele está falando que, a fé e as BOAS OBRAS tem que andarem juntas, uma coisa é a sombra da outra, e se o homem tiver somente a fé, essa fé se torna em fé morta que não salva (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26).
   Aqui em Tiago 2-24 quando Tiago fala que o homem é considerado justo (justificado) PELAS OBRAS (Boas obras), e não somente pela fé, isso quer dizer que, os que se dizem cristãos, os que se dizem evangélicos e não tem boas obras, não são justos, e por não serem justos, não herdarão a nova terra, já que está escrito que, os justos herdarão a terra (Nova terra), veja as passagens no Capítulo 102 do blog-1: http://www.sabiosentenderao.blogspot.com.br/    

     Quando falamos na graça do Senhor Jesus, as pessoas logo pensam: Veio de graça, realmente veio de graça, mas as pessoas não sabem o significado disso. Vemos fazermos um pequeno estudo, para entendermos o que é essa graça: O Senhor Jesus veio para o povo de Israel, considerado como ovelhas do pasto do Senhor (Sal.74-1, Sal.95-7, Sal.100-3). Israel também é considerado a vinha do Senhor (Isaías 5-7), que foi tirada do Egito e plantada na terra de Canaã (Salmos 80-8 – A vinha do Senhor, Capítulo 15A do blog-1). O povo de Israel não aceitou o Senhor Jesus e nem os seus ensinamentos, e o matou-o na cruz, conforme conhecemos a história. Até a vinda do Senhor Jesus, somente o povo de Israel tinha direito a salvação, as demais nações, nós não tínhamos direito a salvação.
    Após o povo de Israel rejeitar o Senhor Jesus e os seus ensinamentos, Deus escolheu o Paulo para pegar os ensinamentos do Senhor Jesus e trazer até nós (Atos 9-15 e 13-47), os não descendentes de Israel, e quando a Salvação chegou até nós, ISSO FOI UMA PORTA DA SALVAÇÃO QUE SE ABRIU PARA NÓS, e, essa PORTA DA SALVAÇÃO veio de GRAÇA, isto é, não fizermos nada de bom, para merecermos essa porta da Salvação que se abriu para nós, então, aqui entra a GRAÇA do Senhor sobre nós, mas para nós merecermos essa graça, temos que fazermos alguma coisa, isto é, temos que ACEITAR e PRATICAR os ensinamentos do Senhor Jesus, e o Senhor Jesus, nos manda praticar boas obras, principalmente para com os nossos irmãos mais pobres e necessitados, isto é, devemos ajudar os nossos irmãos mais pobres e necessitados, não para irmos ao céu, para sermos salvos, mas sim, PORQUE É UMA ORDEM DO SENHOR JESUS, e com isso, através da obediência ao Senhor, temos parte na Salvação. Quando a porta da salvação se abriu para nós, essa porta veio de GRAÇA, porque não fizemos nada para merecermos essa porta da Salvação, aqui é a GRAÇA do Senhor Jesus se manifestando a todos nós, mas temos que fazermos por merecermos essa GRAÇA, que é praticarmos as BOAS OBRAS (Bons frutos), principalmente na ajuda para com os nossos irmãos mais pobres e necessitados, que é uma ordem do Senhor Jesus.  
     A Bíblia fala em produzir bons frutos, que é produzir boas obras. Em MATEUS 3-10 João Batista fala que, toda árvore (homem) que não produz bons frutos (Boas obras) é cortada e lançada no fogo (inferno). Em MATEUS 7-17 o Senhor Jesus fala que, toda árvore (Homem) boa, produz bons frutos (boas obras), e logo em seguida, em MATEUS 7-19 o Senhor Jesus fala que, toda árvore (Homem) que não produz bons frutos (Boas obras) será cortada e lançada no fogo (inferno). Agora eu pergunto: Como que os que se dizem serem cristãos, não precisam produzir bons frutos, que são as boas obras? Sabemos que, quem salva é o Senhor Jesus, mas como Ele salvará uma árvore (homem) que não produz bons frutos (Boas obras)? Ele não salvará, segundo as suas palavras, Ele as cortarás e lançará no fogo (Mat.3-10 e Mat.7-19), e com isso, todos os nossos cultos, orações, hinos, tudo se torna em fé morta que não salva, conforme vemos em Tiago 2-14, 2-20 e 2-26. Deus nem ouve as nossas orações, assim como Ele não ouvia as orações de Israel (Isaías 1-15). Vemos de Isaías 1-11 a 18, que Deus tinha nojo do povo de Israel, e nem ouvia as suas orações (Is.1-15), porque Israel não ajudava os mais pobres e necessitados (Is.1-17 e 18)

    Em Oséias 10-1 fala que Israel era uma vide frondosa (bonita), que dava fruto só para si mesmo, isto é, o povo de Israel não dava bons frutos (boas obras) para as outras pessoas. Veja: Deus manda Israel ajudar os mais pobres e necessitados na terra de Canaã, vejam várias passagens no Capítulo 13 do blog-1: http://www.sabiosentenderao.blogspot.com.br/   – O povo de Israel não ajudava os mais pobres e necessitados na terra de Canaã, vejam várias passagens no Capítulo 23 do blog-1. Deus manda o povo de Israel praticar juízo e fazer justiça na terra de Canaã, vejam as passagens no Capítulo 39 do blog-1. O povo de Israel não fazia juízo e justiça na terra de Canaã, veja as passagens no Capítulo 40 do blog-1, e com isso, Israel era uma vide frondosa (bonita) que só produzia fruto para si mesmo, isto é, não produzia bons frutos (Boas obras) para as outras pessoas, e segundo a palavra do Senhor, uma árvore dessa (Homem), que não produz bons frutos (Boas obras) , será cortada e lançada no (Mateus 3-10 e Mat.7-19)     

     A Bíblia não está falando que, dará a cada um segundo o seu crer, segunda a sua fé, por ser batizado sim ou não, não que eu esteja pregando contra essas coisas, ao contrario, afirmo todas essas coisas, desde que venha acompanhada das boas obras, que é uma fé praticante, a fé viva, e não uma fé morta, que é uma fé sem as obras (Tiago 2-14, 2-20 e  2-26).
   Seremos salvos pela graça MEDIANTE A FÉ, isto é, seremos salvo pela graça do Senhor, juntamente com a fé, mas porem, as pessoas não sabem qual a diferença entre uma FÉ VIVA de uma FÉ MORTA. A fé viva é uma fé que vem acompanhada das boas obras, principalmente da ajuda aos mais pobres e necessitados. A fé morta, o nome já fala, é morta, não tem vida, não tem valor diante de Deus, porque é uma fé morta que não salva, conforme vemos em Tiago 2-14, 2-20 e 2-26. Como está escrito: Nada adianta um homem falar que tem fé, se não tiver boas obras, já que a fé sozinha não poderá salvá-lo, conforme vemos em Tiago 2-14.
    
    Se o Senhor Jesus vai julgar as pessoas, segundo as suas obras praticadas aqui na terra, aonde entra a Salvação somente pela graça? Já  que, vemos de Mateus 25-33 a Mat.25-46, que somente os que ajudaram os pobres aqui na terra, entre outras boas obras, estarão a direita do Senhor Jesus para irem ao céu (as boas obras), então, a salvação estaria acontecendo para os que praticaram as boas obras, para os que  ajudaram os pobres aqui na terra. Se a Salvação vem de graça, sem precisarmos praticar boas obras, então, o Senhor Jesus poderia dar a sua Salvação para todos os pecadores, para todos os que praticam o mal, já que, não precisamos de boas obras
   Está escrito que, seremos salvos pela Graça MEDIANTE A FÉ. Esta fé aqui tem que ser a fé praticante, que é a fé viva, do contrário, se torna a fé morta que não salva (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26). A fé (o crer) e as boas obras têm que andarem de mãos dadas, uma coisa está ligada a outra, uma coisa afirma e avaliza a outra (Tiago 2-22).
   A diferença entre eu e os pastores, os lideres  religiosos, é que os pastores, pregam e defendem uma fé morta (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26), e eu defendo uma FÉ PRATICANTE, UMA FÉ VIVA, onde o dinheiro arrecadado nas igrejas, vai para os mais pobres e necessitados (Atos 2-45 e Atos 4-34) e não para construções de mais igrejas, ou para fazerem programas religiosos em rádios e televisões ou com pagamentos de altos salários, como se piedade fosse causa de ganho, conforme fala em 1Timoteo 6-5
    Nós seremos salvos pela GRAÇA, MEDIANTE A FÉ. Vejam que eu não estou negando a graça do Senhor Jesus. O Senhor Jesus entra com a graça e nós com a fé praticante, com a fé viva, na qual, a Doutrina Cristã seja praticada pelos irmãos nos seus referidos bairros, que é baseada na ajuda aos mais pobres e necessitados (Atos 2-45. Atos 4-34)
     Hoje, quando um crente crê em Deus, tem fé, vai aos cultos e lê a Bíblia, isso não é ato de justiça e misericórdia para com os mais pobres  e necessitados, os mais pobres e necessitados não estão recebendo nenhuma ajuda e beneficio por você crer em Deus, por você ter fé, por você ir aos cultos e lê a Bíblia, e com isso, tudo se torna a fé morta que não salva (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26)
     Eu vejo muitas pessoas falarem que, quem salva é o Senhor Jesus, realmente é o Senhor Jesus que salva, MAS COMO O SENHOR JESUS, VAI SALVAR ALGUÉM QUE NÃO PRATICA A SUA DOUTRINA, que não pratica os seus ensinamentos?
     Atos 16-31,  crê no Senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa. Tem que crer sim, mas no dia do julgamento final, o Senhor Jesus não vai colocar os que creram a sua direita para irem ao céu, mas sim, os que ajudaram os pobres, incluindo todas as boas obras (Mat. 25-33 a 25-46)
   Crer é igual a praticar. Praticar é ajudar os pobres (Atos 2-45. Atos 4-34). Ajudar os pobres é dar ao Senhor Jesus (Mat. 25-33 a 25-46). Dar ao Senhor Jesus é estar a sua direita para ir ao céu (Mat.25-33 a Mat.25-46)
      Não tem nenhuma lógica, a Salvação vir somente pela graça do Senhor Jesus, e o Senhor Jesus julgar os homens segundo as suas obras (boas ou más) praticadas durante a sua vida aqui na terra. Vemos de Mateus 25-33 a Mat.25-46, que só estará a direita do Senhor Jesus para irem ao céu, os que ajudaram os pobres aqui na terra, que é uma das  praticas das boas obras       
    Em Tiago 2-21, vemos que Abraão foi justificado pelas OBRAS, isto é, Abraão tinha fé em Deus, Deus sabia disso, mas Deus testou a fé de Abraão, para nos servir de exemplo, o que é uma fé viva, uma fé praticante. Se Deus tivesse deixado, Abraão teria sacrificado o seu filho Isaque à Deus, aqui Abraão praticou uma obra, que aperfeiçoou a sua fé (Tiago 2-22)
  Em Tiago 2-24, fala: Vedes então que, o HOMEM É JUSTIFICADO PELAS OBRAS E NÃO SOMENTE PELA FÉ (Tiago 2-24). A fé coopera para as obras e pelas obras, a fé é aperfeiçoada (Tiago 2-22).
   Em Tiago 2-21, quando Tiago fala que o homem é justificado (considerado justo) pelas obras e não somente pela fé, aqui ele esta unindo a fé e as boas obras, uma justifica a outra (Tiago 2-22), para que a fé não se torne uma fé morta (Tiago 2-14, 2-20 e 2-26)
     Os primeiros Cristãos que aceitaram o Senhor Jesus, eles passaram a terem fé, e logo fizeram boas obras, eles vendiam tudo e repartiam para com os mais pobres, no momento que esses repartiam os seus bens com os mais pobres, eles estavam praticando as boas obras, você não precisa vender tudo e dar aos pobres, basta distribuir parte do seu lucro ou parte do seu salário aos pobres.
    Você que fica defendendo que, a Salvação vem somente pela graça do Senhor Jesus, mas esse mesmo Senhor Jesus vai julgar o mundo (os homens) segundo as suas obras (boas ou más) praticadas aqui na terra, CONFORME ESTÁ ESCRITO, em: 1Samuel 2-3. Salmos 62-12. Jeremias 17-10. Jer.32-19. Mateus 16-27. Romanos 2-6. 1Corintios 3-13. 2Corintios 5-10. Gálatas 2-9. Efésios 6-8. Apoc.20-13. Apoc.22-12
    Em 2Corintios 5-10, Paulo fala que, todos nós devemos comparecermos diante do tribunal de Cristo, para recebermos segundo o que tivermos feito através deste corpo, o bem ou o mal. Veja que o Paulo está falando também (assim como outras passagens) que vamos sermos julgados e cada um, receberá segundo as suas obras (boas ou más) feita aqui na terra, CADÊ A SALVAÇÃO SOMENTE PELA GRAÇA, sem as boas obras?  
     Se o Senhor Jesus vai julgar o mundo (os homens) segundo as suas obras (boas ou más), isso quer dizer que, se você não tiver boas obras, você não será alcançado pela graça do Senhor Jesus. 
      Quando a porta da Salvação se abriu para nós (os não descendentes de Israel), isso já é a graça do Senhor Jesus se manifestando a nós, e com isso, se o Senhor Jesus julgar os homens segundo as suas obras feitas aqui na terra, ninguém poderá falar que a Salvação não esta sendo feita pela GRAÇA do Senhor.
    Vemos em varias passagens acima que, o Senhor Jesus vai julgar os homens segundo as suas obras (boas ou más) feitas aqui na terra, isso quer dizer que, os que tiverem boas obras, vão receberem uma boa recompensa, vão receberem a salvação, estarão a direita do Senhor Jesus para irem ao céu (Mateus 25-33 a Mat.25-46), e os que não tiverem as boas obras (ajuda aos pobres), estarão a esquerda do Senhor Jesus, para irem ao inferno (Mateus 25-33 a Mat.25-46). vejam que são palavras fiéis e verdadeira do próprio Senhor Jesus, então, a salvação esta vindo pelas boas obras (juntamente com a graça), APÓS A GRAÇA DO SENHOR JESUS SE MANIFESTAR A NÓS, pelo seguinte: Nós os estrangeiros, os não descendentes de Israel, nós não tínhamos direito a Salvação, só o povo de Israel. O Senhor Jesus veio e derramou o seu sangue inocente por nós, aqui foi uma porta da Salvação que se abriu para nós (os não descendentes de Israel), AQUI É A GRAÇA DO SENHOR JESUS SE MANIFESTANDO A NÓS, então, como eu já disse, ainda que o Senhor Jesus venha a julgar os homens, segundo as suas obras (boas ou más), ninguém poderá dizer que a Salvação não está sendo feita pela graça do Senhor Jesus. Eu não estou negando a Graça do Senhor Jesus, ao contrário, eu estou afirmando a Graça do Senhor Jesus, vejam então, que a realidade, que a verdade, é bem diferente do que as ensinadas pelos lideres religiosos dentro das suas igrejas. 
       A fé (o crer) e as boas obras têm que andarem juntas, uma coisa esta ligada a outra, assim como uma lâmpada deve estar ligada na energia elétrica para produzir luz.    
       Como eu já disse: Não tem lógica e nem cabimento, a Salvação vier somente pela graça, e o Senhor Jesus, julgar os homens segundo as suas obras (boas ou más) praticadas aqui na terra. O  Senhor Jesus disse: Toda árvore (homem) que não produz bons frutos (boas obras), será cortada e lançada no fogo, não estará a direita do Senhor Jesus para ir ao céu (Mateus 25-33 a Mat.25-46).
    Crer em Deus, ter fé, ir aos cultos, ler a Bíblia, isso não são atos de justiça e misericórdia para com os mais pobres e necessitados, não estou pregando contra essas coisas, ao contrario, afirmo todas essas coisas, desde que venham acompanhadas da ajuda aos mais pobres e necessitados. Vemos de Isaías 1-11 até Isaías 1-18 que o povo de Israel faziam todas essas coisas e Deus tinha nojo do povo de Israel, Deus não ouvia as orações de Israel (Isaías 1-15), porque Israel não ajudava os mais pobres e necessitados (Isaías 1-17 e 1-18).
    Quando o dinheiro do povo (dízimos e ofertas) vai para construções de novas igrejas e para fazerem programas em rádios e TVs, gastando milhões por mês com tais coisas, isso não são atos de justiça e misericórdia para com os mais pobres e necessitados, os pobres e os necessitados não estão recebendo nenhuma ajuda e beneficio por tais coisas, alguém poderá falar que, está adorando e louvando ao Senhor, mas porem, o Senhor só aceita o louvor e a adoração, se forem acompanhados da justiça, que é a ajuda aos mais pobres e necessitados.    Vemos de Isaías 1-11 a Isaías 1-18, que Deus não aceitava o louvor e nem a Adoração do povo de Israel, porque Israel não ajudava os pobres.  
    Em Deuteronômio 15-11, Deus fala que nunca cessará o pobre na terra, que sempre vai ter pobre sobre a terra, isto porque, através dos pobres, Deus testa os nossos corações. A Doutrina Cristã, os ensinamentos do Senhor Jesus, são constituídos na ajuda aos mais pobres e necessitados, a única forma de darmos dinheiro a Deus e ao Senhor Jesus, é dando aos pobres, conforme vemos o próprio Senhor Jesus falando de uma forma bem clara, de Mateus 25-33 a Mat.25-46, que só estará a sua direita para irem ao céu (salvação), os que ajudaram os pobres aqui na terra, incluindo todas as boas obras, porque todos serão julgados segundo as suas obras. 
       Se em várias passagens da Bíblia fala que, os homens serão julgados segundo as suas obras feitas aqui na terra (1Sam.2-3, Sal.62-12, Is.40-2, Jer.17-10, Jer.32-19, Mat.16-27, Rom.2-6, 1Cor.5-10, Gal.2-9, Efé.6-8, Apoc.2-23, 11-18, 14-13, 20-13, 22-12). Se os homens serão julgados segundo as suas obras praticadas aqui na terra, se de Mateus 25-33 a Mat.25-46, vemos o Senhor Jesus colocando a sua direita para irem ao céu os que ajudaram os pobres aqui na terra, os que tiveram boas obras, então, CADÊ A SALVAÇÃO SOMENTE PELA GRAÇA?

   Quando o Senhor Jesus derramou o seu sangue inocente para salvar o mundo, aqui já é a graça do Senhor Jesus se manifestando a nós, agora, para que essa graça seja alcançada por você, você tem que PRATICAR OS ENSINAMENTOS DO SENHOR JESUS, você tem que fazer a vontade do Senhor Jesus, isto é, por você ter recebido a graça do Senhor Jesus, você tem que praticar as boas obras, ou você tem que praticar as boas obras, para receber a graça do Senhor Jesus? Eu acredito na primeira opção, mas se alguém optar e achar certa a segunda opção, eu acredito que ele também receberá a graça do Senhor Jesus. Louvar e adorar a Deus, é uma coisa, praticar as boas obras, principalmente ajudando os mais pobres e necessitados é outra coisa, ambas as coisas tem que andarem juntas, uma coisa esta ligada a outra, senão, Deus não aceita o teu louvor e a tua adoração.

Aos irmãos que estão entendendo e queira ajudar nesse trabalho, entre em contato pelo meu e-mail, e que o grande Deus, abençoe a todos os que me ajudarem nesse trabalho

E-mail: bentomaringa@bol.com.br   -   Bento Bevilacqua 

4 comentários:

  1. AS ‘BOAS OBRAS’ SÃO EDIFICANTES NA VIDA CRISTÃ

    Veja bem Teologia, entenda-se com discernimento a palavra do Cristo, para não suscitar “preconceitos” nos ensinamentos do Cristo, e com isso fazer confusão na cabeça de crentes vacilantes na fé.

    Simplesmente “AS OBRAS” que Paulo se refere em Efésios 2. 9 e que não salvam são as obras dos sacrifícios pessoais da lei moisaca e que são exercidas com vaidade e orgulho (como os Fariseus, Escribas e Saduceus as cumpriam ao “pé da letra” no Altar das congregações religiosas); São as obras conquistadas com os títulos acadêmicos e profissionais; São as obras dos patrimônios levantados com as riquezas mundanas; São as obras culturais e artísticas.

    Isso não significa que a pessoa que se diz cristã NÃO NECESSITA PRATICAR AS BOAS OBRAS, como sejam: o bem, a verdade, a virtude, a honestidade, a caridade moral, a solidariedade, porque estaríamos dando um falso testemunho da vida cristã, e o cristão foi chamado para ser o “sal da terra” o tempero na vivencia social dando exemplo dos bons testemunhos, e brilhando a sua luz na vida diária para que o Pai seja glorificado em nossas “BOAS OBRAS” (Mateus 5. 16)

    AS BOAS OBRAS, essas sim, são importantes na vivência cristã, por isso é que o Apóstolo fez questão de acrescentá-las no versículo 10, do mesmo capítulo: “Porque somos feitura de Deus criados em Cristo, ou seja, educado para ‘AS BOAS OBRAS’ as quais Deus preparou para que andássemos NELAS – Efésio 2. 9-10

    Pois não adianta apenas a pessoa que se diz evangélica chamar “SENHOR, SENHOR”... E não fazer aquilo que JESUS ordena - QUE É O BEM – AS BOAS OBRAS. Isso porque segundo Cristo, seremos julgados pelas obras, vide ensinamento ”OS QUE FIZEREM O BEM para a ressurreição da vida” – João 5. 29

    Agora fique o crente só pensando que a sua fé vai lhe dar garantias ociosas e se entregar a uma vida improdutiva – “ A FÉ SEM OBRAS É MORTA”, tá no próprio evangelho.

    Enterre o crente o talento celeste que Jesus lhe confiou, para ver o que acontecerá na vida futura.

    ARREGACEMOS AS MANGAS da camisa e trabalhemos honestamente nas “boas obras” pela consolidação do Reino de Deus, na Terra.

    “Se a vossa Justiça não exceder a dos escribas e fariseus, JAMAIS entrareis no Reino de Deus” (Mateus 5. 20)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir